quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Não Adorar Imagens, Como Entender?

Como Entender a Proibição de Não "Se encurvar nem servir" a imagens? Não servir de qual maneira?

O entendimento é que as imagens não devem ser objetos de nenhuma adoração, veneração ou reverência. A proibição de encurvar-se compreende: ajoelhar-se, inclinar o corpo ou a cabeça; tocar as imagens numa demonstração de devoção e respeito; beijá-las, coroá-las, levá-las em procissão em atitude de contemplação. A proibição de não servir as imagens compreende: não servi-las com lágrimas, com flores, com festas, cânticos, vigílias, rezas, sacrifícios, velas, ofertas em dinheiro ou em alimentos. Outras passagens bíblicas realçam a proibição do Segundo Mandamento:

"Eu sou o Senhor. Este é o meu nome. A minha glória a outrem não a darei, nem a minha honra às imagens de escultura" (Isaías 42.8).

"Não façam imagem alguma na forma de ídolo, semelhança de homem ou mulher (Deuteronômio 4.15-19).

"E terás por contaminados a prata e o ouro que recobre as imagens de escultura. Lança-las-ás fora como coisa imunda" (Isaías 30.22).

"Mudaram a glória de Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, bem como de aves, quadrúpedes e répteis" (Romanos 1.23).

"Nada sabem os que conduzem em procissão suas imagens de escultura" (Isaías 45.20).

"Os que se apegam aos ídolos vãos afastam de si a sua própria misericórdia" (Jonas 2.8).

"Mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram a criatura em lugar do Criador, que é bendito eternamente" (Romanos 1.25).

Salmo 115.4-8
Os ídolos deles são prata e ouro, obra das mãos dos homens.
Têm boca, mas não falam; olhos têm, mas não vêem.
Têm ouvidos, mas não ouvem; narizes têm, mas não cheiram.
Têm mãos, mas não apalpam; pés têm, mas não andam; nem som algum sai da sua garganta.
A eles se tornem semelhantes os que os fazem, assim como todos os que neles confiam.
Ver Salmos 135
"Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a Ele servirás" (Mateus 4.10).
Autor: Pr Airton Evangelista da Costa

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Quem é Jesus???


Para o cego, Jesus é luz.

Para o faminto, Jesus é o pão.

Para o sedento, Jesus é a fonte.
Para o morto, Jesus é a vida.

Para o enfermo, Jesus é a cura.

Para o prisioneiro, Jesus é a liberdade.

Para o solitário, Jesus é o companheiro.

Para o mentiroso, Jesus é a Verdade.



Para o viajante, Jesus é o caminho.

Para o visitante, Jesus é a porta.

Para o sábio, Jesus é a sabedoria.

Para a medicina, Jesus é o médico dos médicos.

Para o réu, Jesus é o advogado.

Para o advogado, Jesus é o Juiz.

Para o Juiz, Jesus é a justiça.

Para o cansado, Jesus é o alívio.

Para o medroso, Jesus é a coragem.

Para o agricultor, Jesus é a árvore que dá fruto.

Para o pedreiro , Jesus é a pedra principal.

Para o jardineiro, Jesus é a Rosa de Sharon.
Para o floricultor, Jesus é o lírio dos vales.

Para o tristonho , Jesus é a alegria.

Para o leitor, Jesus é a palavra.

Para o pobre, Jesus é o tesouro.

Para o devedor, Jesus é o perdão.

Para o aluno, Jesus é o professor.

Para o professor, Jesus é o mestre.

Para o fraco, Jesus é a força.

Para o forte, Jesus é o vigor.

Para o inquilino, Jesus é a morada certa.

Para o incrédulo, Jesus é a prova.

Para o fugitivo, Jesus é o esconderijo.

Para o obstinado, Jesus é o conselheiro.

Para o navegante, Jesus é o capitão.

Para o soldado, Jesus é o general.

Para a ovelha, Jesus é o bom pastor.

Para o problemático, Jesus é a solução.

Para o holocausto, Jesus é o cordeiro.

Para o sábado, Jesus é o Senhor.

Para o astrônomo, Jesus é a estrela da manhã.

Para os magos, Jesus é a estrela do oriente.

Para o mundo, Jesus é o salvador.

Para Judas, Jesus é inocente.

Para os demônios, Jesus é o santo de Deus.

Para o tempo, Jesus é o relógio de Deus.

Para o relógio, Jesus é a última hora.

Para Israel, Jesus é o Messias.

Para as nações, Jesus é o desejado.

Para a Igreja, Jesus é o noivo amado.

Para o vencedor, Jesus é a coroa.

Para a gramática, Jesus é o verbo.
Para Deus, Jesus é o Filho amado.

Pra mim, JESUS é o grande EU SOU, meu SALVADOR

Pra você, quem é JESUS?




segunda-feira, 3 de agosto de 2009

A PALAVRA DE CRISTO HABITA EM VÓS! Cl 3:16


A bíblia é a palavra de Deus. Isto já pudemos verificar; e a palavra de Deus é a verdade, ela liberta e permanece eternamente. Tudo isto um filho de Deus não somente deveria saber,mas disto estar plenamente convicto. Mas importante do que ter conhecimneto, é viver de coração a palavra de Deus. A palavra de Deus nos adverte:


"Que a palavra de cristo habita em vós ricamente."


O homem só pode viver, caso se alimente constantemente. Se for descuidar disso, torna-se á fracaço, ou irá morrer de fome. Isto não é assim somente com o homem exterior, mas tambem com o homem interior. Quem como Cristão se descudar da leitura da palavra de Deus, não se preocupando com ela, nem fazendo conforme ela ordenar, nessa vida interior irá se pertubar. Pessoa assim dificilmente terá verdadeiro conhecimento de si mesmo, pois deixa de colocar o refletor da palavra de Deus diante de sua vida interior para nela se contemplar. Dificilmente irá crescer no conhecimento de Deus, pois nos seus filhos Deus se manifesta através de sua Palavra. Em sua vida interior não haverá progressos, porém, retrocessos, porque não terá o modela divino, nem a magnificiência, e como consequência não conhece o alvo de uma vida de fé que provém da palavra de Deus. Esta pessoa facilmente será levada a confusão e arrastada á perdição,pois não conhece o caminho da verdade, que só pode ser encontrado na palavra de Deus. Tambem não conseguirá manejar a espada do Espírito nas lutas de fé, por não carregar esta espada em seu coração. Por isso não tem argumentos para opor-se aos ataques do Diabo. Quem porém reconhecer a preciosidade da palavra de Deus, se dispor de coração à sua verdade, nela estudar, e na sua leitura permitir a iluminação do Espirito Santo, este fará descobertas. ElE irá reconhecer o caminho que leva para Deus, e poderá receber orientação para o caminho , para poder alcançar o alvo. Pode também nela encontrar alívio, consolo, orientação, certeza e fé, e de reconhecimento em reconhecimento, de liberdade a liberdade, avançar. Ele precisa possuir a espada do Espírito, a palavra de Deus, e usá-lá na luta contra as astutas investidas do Diabo. Deixem a palavra de Cristo habitar ricamente em vós. Façam a Leitura diária da Biblia, façam o que ela pede, meditem sobre a sua mensagem e procurem vive-lá de acordo como nela está escrito, pois esta é uma das mais importantes condições para viver o verdadeiro cristianismo e receber crescimento espiritual. Assim canta o poeta a respeito do homem que peretence a Deus.


"E aquele que da Palavra foi gerado, e da Palavra se alimentou, e diante da Palavra se inclinar para com a Palavra".

AMÉM!


quarta-feira, 29 de julho de 2009

Pegadas na Areia

Uma noite eu tive um sonho:
Sonhei que estava andando na praia com o Senhor, e através do céu, passavam cenas da minha vida. Para cada cena que se passava, percebi que eram deixados dois pares de pegadas na areia; Um era meu e o outro era do Senhor.
Quando a última cena da minha vida passou diante de nós, olhei para trás, para as pegadas na areia, e notei que muitas vezes, no caminho da vida, havia apenas um par de pegadas na areia.Notei também que isto aconteceu nos momentos mais difíceis e angustiosos do meu viver. Isso aborreceu-me.
Então perguntei ao Senhor:- Senhor, Tu me disseste que, uma vez que resolvesse Te seguir, Tu andarias sempre comigo, em todo o meu caminho, mas notei que durante as maiores tribulações do meu viver, havia apenas um par de pegadas na areia. Não compreendo porque nas horas em que mais necessitava de Ti, Tu me deixastes...
O Senhor respondeu: - Meu precioso filho, eu te amo, e jamais te deixaria nas horas de tua prova e de teu sofrimento. Quando vistes na areia apenas um par de pegadas, foi exatamente aí, que eu te carreguei nos Braços.

segunda-feira, 27 de julho de 2009




A vinda de Cristo

É da maior importância notarmos a diferença que existe nas Escrituras entre o arrebatamento e a vinda de Cristo. O arrebatamento não deveria ser confundido com a vinda de Cristo pois, embora o Senhor venha dos céus em ambas ocasiões, o arrebatamento e a vinda de Cristo são eventos completamente diferentes.
O arrebatamento ocorrerá quando o Senhor vier para os Seus santos (Jo. 14:2,3); na Sua vinda, Cristo virá com os Seus santos, os quais foram levados para a glória no arrebatamento (Judas 14; Zac. 14:5).
O arrebatamento pode acontecer a qualquer momento, enquanto que a vinda de Cristo não acontecerá até cerca de 7 anos depois do arrebatamento. No arrebatamento o Senhor virá secretamente, em um piscar de olhos (I Co. 15:52); na Sua vinda Ele virá publicamente e todo olho O verá (Ap. 1:7).
No arrebatamento Ele virá para livrar a igreja (I Tess. 1:10); na Sua vinda Ele virá para livrar Israel (Sl. 6:1-4).
No arrebatamento Ele virá encontrar a Sua igreja nos ares, pois trata-se do Seu povo celestial (I Tess. 4:15-18); na Sua vinda Ele voltará para a terra (o Monte das Oliveiras), para Israel, pois é o Seu povo terrenal (Zac. 14:4,5).
No arrebatamento, é o próprio Senhor Quem reunirá os Seus santos (I Tess. 4:15-18; II Tess. 2:1); na Sua vinda os ímpios serão tirados do mundo, pelos anjos, para julgamento e os que crêem (aqueles que se converteram por meio do evangelho do Reino, que será pregado durante a tribulação) serão deixados para desfrutar de bênçãos sobre a terra (Mt. 13:41-43; 25:41).
No arrebatamento Ele virá para livrar Seus santos (a igreja) da ira vindoura (I Tess. 1:10); na Sua vinda Ele virá para derramar a ira (Ap. 19:15).
No arrebatamento Ele virá como Noivo, para receber Sua noiva, a igreja (Mt. 25:6-10); na Sua vinda Ele virá como o Filho do Homem em juízo sobre os que O rejeitaram (Mt. 24:27,28).
No arrebatamento Ele virá como a "Estrela da Manhã" que aparece logo antes do dia raiar (Ap. 22:16); na Sua vinda Ele virá como o "Sol de Justiça", que é o próprio amanhecer (Mal. 4:2).
No arrebatamento Ele virá sem quaisquer sinais, pois o Cristão anda por fé e não por vista (II Co. 5:7); a Sua vinda, será acompanhada de sinais, pois os Judeus buscam sinais (Lc. 21:11,25-27; I Co. 1:22).
As Escrituras nunca dizem que, no arrebatamento, o Senhor virá "como ladrão, à noite." Na vinda do Senhor, isto sim, Ele virá como um ladrão à noite (I Tess. 5:2; II Pd. 3:10; Mt. 24:43; Ap. 16:15; 3:3). Em um certo sentido, existem três vindas; Sua vinda para o que era Seu (quando veio ao mundo, Jo. 1:10,11: Hb 10:7), Sua vinda para os que são Seus (no arrebatamento, Jo. 14:2,3; I Tess. 4:15-18), e Sua vinda com os que são Seus (na vinda de Cristo, Jud. 14).

http://nathaeju.blogspot.com/

terça-feira, 7 de julho de 2009

Confiar em Deus


O profeta Isaías, ao se referir à grandeza de Deus e à confiança que nEle deve ter o homem, diz: “Os que esperam no Senhor, adquirirão sempre novas forças, tomarão asas como de águia, correrão e não fatigarão, andarão e não desfalecerão.” Isaías 40:31 É muito singular que o Profeta compare os que confiam no Senhor às águias. É que elas têm uma forma toda especial de enfrentar as tempestades. Quando se aproxima uma tempestade as águias abrem suas asas, capazes de voar a uma velocidade de até noventa quilômetros por hora, e enfrentam a tormenta. Elas sabem que acima das nuvens escuras e das descargas elétricas, brilha o sol. Nessa luta terrível elas podem perder penas, podem se ferir, mas não temem e seguem em frente. Depois, enquanto todo mundo fica às escuras embaixo, elas voam vitoriosas e em paz, lá em cima. Confiança que traduz certeza é o seu lema. Para além da tormenta, brilha o sol, e o sol elas buscam.Na morte, as águias também dão excelente lição de confiança. Como todos os seres vivos, elas também morrem um dia. Contudo, alguma vez você já se deparou com o cadáver de uma águia? É possível que já tenha visto o de uma galinha, de um cachorro, de um pombo. Quem sabe até de um bicho do mato nessas extensas estradas de reserva ecológica. Mas, com certeza nunca encontrou um cadáver de águia. Sabe por quê? Porque quando elas sentem que chegou a hora de partir, não se lamentam nem ficam com medo. Localizam o pico de uma montanha inatingível, usam as últimas forças de seu corpo cansado e voam naquela direção. E lá esperam, resignadamente, o momento final. Até para morrer, as águias são extraordinárias.Quando, por ventura, você se deparar com um momento difícil, em que as crises aparecem gerando outras crises, não admita que o desânimo se aposse das suas energias. Eleve-se acima da tempestade, através da oração. Pense que Deus é o autor e o sustentador de todo o bem. Pequenos dissabores que estejam atingindo você são convites a reexame dos empecilhos que enchem a estrada da sua vida. Discórdia é problema que está pedindo ação pacificadora. Desarmonias domésticas são exigência de mais serviço aos familiares. Doença é processo de recuperação da verdadeira saúde. Até mesmo a presença da morte não significa outra coisa senão renovação, e mais vida. Pense nisso: Sempre que as aflições visitem seu lar em forma de enfermidade ou tristeza, humilhação ou desastre, não se entregue ao desalento. Recorde que, se você procura pelo socorro de Deus, o socorro de Deus também está procurando alcançar você! Se a tranqüilidade parece demorar um pouco, persevere na esperança, lembrando que o amparo de Deus está oculto ou vem vindo.

 
©2007 '' Por Elke di Barros